sábado, 21 de novembro de 2009

atenção

Dor, fome, sede...
são tudo a mesma coisa!

Um comentário:

  1. Lembrarás tu que as manhãs
    Acordam da tua luz fugidia
    És esperança de perdida estrela
    Quem recolhe a dor em Deus confia

    Assombração que o luar esqueceu
    Nas margens de um lago azul
    Hoje passou a voar por mim
    A última garça a caminho do sul

    Era alva como a espuma do mar
    Graciosa como mulher feliz
    Voava de encontro ao vento
    Com olhar brilhante de petiz


    Boa semana


    Abraço

    ResponderExcluir

Pode falar que eu estou vendo!